Terça, 21 Setembro 2021

COMO ENTRAR COM O PROCESSO DE APOSENTADORIA NO INSS EM 2021? ENTENDA AGORA!

O processo de aposentadoria pode ser desafiador para quem não acompanha de perto as leis e normas relacionadas ao tema.

Depois da aprovação da Reforma da Previdência, as novas regras deram origem a mais dúvidas comuns para muitas pessoas.

Se você está planejando dar entrada no benefício e não sabe bem como proceder, fique tranquilo.

Montamos um guia completo com todas as principais informações sobre as etapas para se aposentar pelo INSS.

Por aqui, você vai conferir tudo o que precisa saber para solicitar o seguro previdenciário de maneira simples, prática e segura.

Então, continue com a leitura e entenda, de uma vez por todas, como funciona o processo de aposentadoria.

Como funciona o processo de aposentadoria no INSS

Apesar de todas as etapas burocráticas, o processo de aposentadoria pode ser entendido facilmente.

Então, para que você compreenda como é se aposentar hoje, pelo INSS, podemos dividir a concessão do benefício em:

  • Solicitação do benefício
  • Processamento do pedido
  • Resultado

Atualmente, é bastante simples dar entrada na aposentadoria.

Para isso, basta acessar o portal Meu INSS e solicitar o benefício.

Todo o procedimento é realizado de maneira online e você só precisa preencher corretamente os dados solicitados.

Depois desta etapa, o Instituto Nacional do Seguro Social vai analisar as informações e verificar seu próprio sistema previdenciário.

Na sequência, fará a avaliação do seu pedido de aposentadoria.

Por fim, chega a etapa do processo em que o instituto informa se a sua solicitação do benefício foi aceita ou não.

Se estiver tudo certo, o INSS realiza a concessão da aposentadoria e, em poucas semanas, libera o primeiro pagamento.

Mas a solicitação pode ser negada pelo instituto. Nesse caso, o solicitante deve entrar com um recurso para pedir a reversão da decisão.

Basicamente, se a aposentadoria for negada, o requerente tem duas opções: entrar com o processo administrativo ou por via judicial.

Veja, abaixo, mais detalhes sobre cada uma dessas alternativas para quem teve o benefício negado pelo INSS.

PROCESSO ADMINISTRATIVO

O processo ou recurso administrativo é realizado quando a aposentadoria não foi concedida ou o solicitante discorda dos termos em que o benefício foi liberado.

Nessa situação, uma junta especial é responsável por fazer a análise da negativa do INSS – isto é, uma equipe de fora do instituto analisa e julga o caso.

O recurso administrativo só deve ser utilizado quando a banca estiver sendo favorável em casos semelhantes ao do requerente em questão.

Na dúvida, converse com um advogado previdenciário para melhor orientação.

PROCESSO JUDICIAL

Já o processo judicial é um recurso mais comum quando a aposentadoria é negada.

Por ele, o solicitante recorre à Justiça para que seu caso seja analisado novamente e, então, ele possa ter direito ao benefício de maneira adequada.

O processo judicial acontece, de maneira geral, em quatro etapas:

  1. Análise do processo
  2. Decisão do juiz
  3. Recurso da decisão (pelo solicitante ou pelo INSS)
  4. Recurso junto ao Supremo Tribunal de Justiça (STJ) ou Supremo Tribunal Federal (STF) – se necessário.

Depois que o recurso é analisado, o juiz decide se o INSS deve ou não conceder o benefício ao solicitante.

Então, tanto o requerente quanto o INSS podem pedir recurso sobre a decisão.

Se a situação ainda não se resolver após estas três etapas, é possível levar o caso ao STJ ou ao STF para que ele seja analisado e julgado em instâncias superiores.

Como entrar com processo de aposentadoria em 2021 [Passo a Passo]

concessão do benefício de aposentadoria: como fazer?

Como você viu, a aposentadoria pode ser solicitada em três passos simples.

Caso o benefício não seja concedido pelo INSS, o solicitante deve dar entrada no recurso administrativo ou judicial.

A seguir, você vai ver detalhes sobre o processo de concessão do benefício previdenciário:

1. SOLICITAÇÃO DO BENEFÍCIO

Qualquer seguro administrado pelo INSS pode ser solicitado pelo site Meu INSS.

O seu uso é simples e basta seguir este passo a passo:

  1. Acesse o site Meu INSS
  2. Cadastre-se ou faça login – caso seja cadastrado
  3. Já no sistema do INSS, pesquise por “Pedir Aposentadoria” e clique sobre o link
  4. Em seguida, você verá várias opções de benefício – então, escolha o tipo mais adequado ao seu perfil de contribuinte
  5. Atualize os dados, conforme o sistema pede
  6. Por fim, preencha as informações solicitadas e finalize a requisição.

 

 

2. PROCESSAMENTO DO PEDIDO

Todo o processo de pedido de aposentadoria é realizado de maneira online.

Somente se o INSS constatar alguma divergência ou falha na documentação, por exemplo, poderá solicitar o atendimento presencial do requerente do benefício.

Mas, em caso contrário, todas as etapas serão feitas à distância, através do site Meu INSS.

Então, depois de realizar o pedido pelo site, é só aguardar o resultado da solicitação.

3. RESULTADO

Caso os dados enviados estejam corretos e as informações do sistema previdenciário estejam de acordo, o benefício é liberado em pouco tempo.

No entanto, se houver algo em desacordo, o INSS pode bloquear a concessão da aposentadoria.

Nesse caso, será necessário entrar com recurso administrativo ou judicial, como vimos antes.

Ainda que o benefício tenha sido concedido, mas você discorde do valor, é possível pedir a correção pelos mesmos meios de recurso.

Quanto tempo demora o processo de aposentadoria no INSS

recurso do inss: quanto tempo demora para sair?

Você viu que são três etapas até a concessão da aposentadoria e, caso ela seja negada, existem dois tipos de recurso para tentar a liberação do benefício.

Mas sabe quanto tempo dura cada uma destas fases? 

A seguir, elaboramos uma tabela com o período médio de duração dos processos para a obtenção da aposentadoria.

Lembrando que essa é uma estimativa, não uma regra. Então, seu caso pode demorar mais ou menos tempo que a média.

Confira!

ETAPA DO PROCESSO DE APOSENTADORIA

Processo Duração média
Solicitação do benefício pelo site Meu INSS 15 a 30 minutos
Atendimento do INSS sobre o pedido 2 a 6 meses
Análise do processo pelo INSS 1 dia a 2 meses
Tempo adicional para atividade especial ou período rural 1 a 3 meses
Tempo médio de concessão de aposentadoria, em condições normais 6 a 7 meses

BENEFÍCIO NEGADO: ETAPAS DO PROCESSO ADMINISTRATIVO

Processo Duração média
Agendamento do recurso 1 a 3 meses
Análise pela junta especial 4 a 12 meses
Oitiva de testemunhas, caso seja solicitado pela junta 3 a 6 meses
Recurso do INSS, se o instituto não aceitar a decisão 2 a 12 meses
Tempo médio do recurso administrativo 14 meses

 

 

BENEFÍCIO NEGADO: ETAPAS DO PROCESSO JUDICIAL

Processo Duração média
Elaborar e entrar com recurso judicial 1 a 2 meses
Se for necessária a perícia no local de trabalho 4 a 8 meses
Se for necessária a oitiva de testemunhas 3 a 6 meses
Análise de provas pelo juiz e julgamento do processo 4 a 8 meses
Tempo para recurso do INSS ou do solicitante 6 a 24 meses
Tempo para recurso em instâncias superiores (STJ e STF) 12 a 60 meses
Tempo médio do processo judicial 18 meses

Como consultar o processo de aposentadoria pela internet

Depois que você já fez o pedido do benefício pelo portal Meu INSS, é muito simples realizar o acompanhamento do processo.

Para isso, basta que você acesse o site do instituto e vá até a seção de “Agendamentos e Solicitações”.

Em seguida, na nova página, você terá acesso a todos os pedidos de benefícios que tenha realizado e que ainda estejam em andamento.

Então, verifique se a aposentadoria foi concedida ou não nesta página do site Meu INSS.

Se preferir, você também pode entrar em contato com a Central de Atendimento do instituto, ligando para o telefone 135.

O resultado saiu! E agora?

A solicitação da aposentadoria pode ter dois resultados:

  • Concessão do benefício
  • Indeferimento do pedido.

Se o benefício foi concedido, o INSS fará a transferência do valor da aposentadoria para a conta bancária informada no pedido.

Mas, se ele for indeferido, você tem duas alternativas, que já falamos por aqui:

  • Recurso administrativo
  • Recurso judicial

Nos dois casos, você deve contar com o suporte de advogados previdenciários experientes.

Dessa forma, todo o procedimento será realizado dentro das regras da Previdência Social e de maneira a ser finalizado o mais rápido possível.

Meu pedido de aposentadoria foi recusado. O que fazer?

o que fazer quando o benefício é indeferido?

Antes de tudo, se você teve a aposentadoria negadanão se desespere.

O resultado pode não ter sido o que você esperava, mas é necessário ter calma para avaliar as causas da recusa.

Por isso, veja quais são os motivos apontados pelo INSS para que o benefício não tenha sido concedido.

Podem ter ocorrido divergências de cadastro, ausência de dados, recolhimentos diferentes, entre outros.

Portanto, junte o máximo de provas que possam ser favoráveis à concessão da sua aposentadoria.

Em seguida, entre em contato com o advogado previdenciário.

Ele é o profissional indicado para que vocês possam avaliar a situação do indeferimento e, então, encaminhar os próximos passos.

RECURSO PARA A JUNTA DE RECURSOS

Como você viu, existem duas possibilidades de processos para aposentadoria negada: recurso administrativo e judicial.

Somente um profissional devidamente qualificado e experiente poderá indicar a você qual é o melhor procedimento para o seu caso, em particular.

Por isso, se o seu pedido de benefício for recusado, analise as causas, junte provas e entre em contato com seu advogado.

Esse suporte especializado é muito importante para a agilidade do processo e a conquista do resultado desejado.

Quer dar entrada no processo de aposentadoria? A ABL Advogados pode te ajudar!

Até aqui, você viu que as três etapas do processo de aposentadoria podem se tornar longas quatro ou cinco fases se o procedimento não for feito adequadamente.

Assim, uma simples requisição pela internet, que leva em média 7 meses para ser analisada pelo INSS, pode se estender em um processo de vários anos.

Além da demora, existe todo o desgaste emocional causado pela negativa do benefício e pelas incertezas do resultado.

Por isso, vale a pena fazer a solicitação da aposentadoria com uma qualificada equipe de advogados previdenciaristas.

Com ela, todo o processo é realizado de forma criteriosa, dentro dos prazos legais e respeitando as regras previdenciárias.

Além disso, profissionais da área têm experiência e conhecimento necessários para se antecipar a problemas e encaminhar as etapas com muito mais tranquilidade.

Se você está prestes a dar entrada na sua aposentadoria, conte com a ABL Advogados para fazer isso de forma segura e confiante no sucesso.

Conclusão

Neste conteúdo, vimos como o processo de aposentadoria é simples e pode ser realizado pelo site Meu INSS.

No entanto, para que tudo dê certo, você precisa acompanhar o procedimento e evitar chegar aos recursos administrativos e judiciais.

Mais importante ainda é fazer a solicitação de maneira correta. Por isso, deve ter um planejamento de aposentadoria adequado.

Na ABL Advogados, você encontra todo o suporte para se aposentar sem dor de cabeça.

Saiba mais sobre a concessão de aposentadoria e entenda como podemos ajudar você e a sua família nesta importante etapa da vida.

 

Fique por dentro do que acontece em COTIA, BARUERI, ITAPEVI, IBIÚNA, VARGEM GRANDE PAULISTA E NO BRASIL.

Siga-nos!