Sexta, 23 Julho 2021

Notícias Gerais

DPVAT é um seguro obrigatório, usado para indenização de vítimas de acidente de trânsito. Com decisão, seguro continua existindo, mas motoristas não pagarão. Não há decisão sobre 2022. Susep diz que não haverá cobrança em 2021 porque o DPVAT tem recursos em caixa suficientes para a operação no próximo ano.

Mariana Tramontina, do UOL

Mesmo diante da expectativa de vacinas, os impactos da covid-19 no Brasil ainda serão sentidos por muito tempo, de acordo com especialistas da FGV (Fundação Getulio Vargas) e do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).

expectativa de vida do brasileiro ao nascer deve cair em até dois anos por causa das mais de 190 mil mortes pela doença. Será a primeira queda desse indicador registrada no país desde 1940, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Em 1940, a expectativa de vida do brasileiro ao nascer era de 45,5 anos. Com a redução da mortalidade infantil e os avanços na medicina, chegou a 62,5 em 1980 e a 69,8 em 2000. Conforme os últimos dados divulgados pelo IBGE, em novembro de 2020, a expectativa de vida do brasileiro ao nascer era de 76,6 anos.

"Historicamente, a cada três anos ganhamos um ano de expectativa de vida ao nascer", explica o economista Marcelo Neri, diretor da FGV Social. "Agora, vamos perder em um ano o que levamos seis anos para conseguir. Não só vamos deixar de avançar como vamos também retroceder."

Outro retrocesso importante que deve se perpetuar, segundo os especialistas, diz respeito à educação. A desigualdade educacional que vinha caindo há pelo menos 40 anos voltou a subir durante a pandemia, por causa das dificuldades que muitos alunos tiveram, sobretudo os mais pobres, para estudar. Estimativas de 2018 do Ipea apontam que cerca de 16% dos alunos do ensino fundamental (4,35 milhões) e 10% dos alunos do ensino médio (780 mil) não têm acesso à internet.

Além das perdas na aprendizagem, educadores apontam o risco maior de abandono escolar nos próximos anos, principalmente nos anos finais do ensino fundamental e no médio.

O fim do auxílio emergencial em 31 de dezembro também preocupa especialistas, pois deve marcar a volta de um grande número de pessoas para a situação de extrema pobreza. Segundo os estudiosos, o ano de 2021 vai depender dos desdobramentos da pandemia e das respostas oferecidas pelo governo no ano que vem.

Final de ano é sempre aquela correria gostosa. Alegria, união, presentes e encontros com a família e com os amigos. Mas também é uma época de cozinhar muito! Afinal, todo mundo fica responsável por um prato. Se você precisa fazer o doce e quer impressionar, confira 30 receitas de sobremesa de Ano Novo que vão virar simpatia e vão querer que você repita todos os anos!

 

Sobremesas com morango

1. Bolo mousse de morango: esta é uma daquelas receitas que além de serem deliciosas, deixam a mesa ainda mais bonita. O Fraisier é um bolo mousse que leva pão-de-ló em sua base, recheio de creme de confeiteiro com queijo mascarpone ou cream cheese, cobertura de gelatina e muito morango.

2. Torta de morango cremosa com leite condensado: com o azedo do morango combinando perfeitamente com a doçura do leite condensado, esta torta é inesquecível e linda. Para decorar, use e abuse dos morangos, das flores comestíveis e do hortelã.

3. Pavê de torta de morango: o pavê é um clássico das festas de final de ano. Fácil de fazer, a receita pode ser feita diretamente na travessa e dispensa as habilidades para confeitar. A base desta receita é um pão-de-ló bem fofo feito na própria travessa. Depois, entra a geleia de morango, o chantilly e os morangos. Finalize com suspiros despedaçados.

4. Sobremesa com cream cheese e morangos: esta receita é diferente e superfácil de fazer. A mistura de cream cheese com leite condensado, morango, açúcar e hortelã mescla o doce do creme com o azedinho da fruta. Você pode servir em recipientes individuais ou em travessa e o sucesso é garantido.

5. Flan de mel e geleia de morango: estilo pannacota, esta receita mescla sabores. É uma receita muito saudável, que dispensa o uso de açúcar, leite condensado e creme de leite. O creme leva castanha de caju hidratada, leite de coco, extrato de baunilha, ágar-ágar e mel. Para a geleia, você vai precisar apenas de morangos e suco de maçã integral.

6. Merengue de morango: esta é uma receita para quem precisa fazer uma sobremesa de última hora. O merengue de morango leva apenas morangos, creme de leite fresco, açúcar e suspiro. Com um passo a passo muito fácil, em pouco tempo você tem um doce gostoso e leve.

7. Sobremesa sensação: seguindo a linha de receitas de última hora, essa mistura de mousse de morango com ganache é perfeita para a correria. Com ingredientes que facilmente você tem em casa, você faz uma sobremesa muito bonita e gostosa. E não tenha medo de usar o suco de pacotinho, nesta receita fica uma delícia.

Sobremesas com outras frutas e oleaginosas

8. Bolo camafeu: baseado no camafeu, um doce fino muito tradicional de festas, este rocambole com nozes é uma delícia. O recheio é um brigadeiro mole com nozes, a massa é um bolo simples e fofinho. Finalize com o fondant para ficar bem parecido com o doce.

9. Verrine de panacota com purê de damasco: leve e sem açúcar refinado, essa verrine é apenas adoçada com mel. É um ótimo doce para os dias quentes, já que traz o frescor em seu sabor em cada colherada. Vai fazer sucesso na festa de família.

10. Pavlova de frutas vermelhas: esta sobremesa é um show à parte, enche os olhos, a mesa e a barriga. A pavlova é basicamente um disco de merengue crocante com o meio macio. Nesta receita, ela ganha companhia das frutas vermelhas, que são ácidas.

11. Torta banella: banana e Nutella formam uma combinação incrível e esta torta prova isso. Similar à banoffee pie, nesta receita, você dispensa o doce de leite e opta pela Nutella. A massa é feita com biscoito Passatempo triturado com manteiga. Para o recheio, você vai precisar de Nutella, banana, nata, açúcar e água gelada. É prática e muito deliciosa.

12. Sobremesa com pêssego em calda: com apenas três passos, você faz esta sobremesa com pêssego em calda. Para isso, você vai precisar de pêssego em calda, leite condensado, leite, ovos, amido de milho, açúcar e creme de leite. Tudo o que tem na despensa de casa, não é mesmo?

13. Manjar de coco: manjar de coco com calda de ameixa seca. Já ficou com água na boca só de ler? Então é a sobremesa certa para você. Simples e tradicional, esta receita vai deixar sua mesa ainda mais linda.

14. Bombom de travessa: o bombom de travessa é aquele tipo de receita com cara de sobremesa para a família inteira. Esta é feita com uvas Itália ou Rubi, mas, se preferir, você pode fazer com morangos ou com outra fruta de sua preferência. Rápida, prática e democrática!

15. Torta de limão no copinho: a clássica torta de limão ganha uma outra roupagem nesta receita. Servida como porção individual, em copinhos descartáveis, uma das sobremesas mais populares da confeitaria fica mais charmosa e mais gostosa.

Sobremesas de leite Ninho

16. Bolo gelado supermolhadinho: o bolo gelado, geralmente de coco, era um sucesso nas festas de aniversários dos anos 80 e 90, quando era servido enrolado em papel alumínio. Nesta receita, o leite Ninho entra no recheio e na decoração, deixando essa delícia ainda mais irresistível.

17. Panna Cotta de leite Ninho com calda de frutas vermelhas: esta clássica receita italiana é muito fácil de fazer. Com uma textura muito cremosa, ela mistura o doce do leite Ninho com a acidez da calda de frutas vermelhas, deixando a combinação perfeita.

18. Pavê de leite Ninho com Nutella: não sabemos quem resolveu misturar leite Ninho com Nutella, mas sabemos que a combinação é irresistível. Este pavê leva também leite condensado, margarina, creme de leite e bolacha maizena. São camadas e mais camadas de pura delícia.

19. Gelatina cremosa de leite Ninho: sabe aquelas receitas simples de liquidificador? Esta é uma delas. Gelatina sem sabor hidratada, leite condensado, chocolate branco e leite Ninho são os ingredientes que compõem esta delícia. Vale a pena fazer!

20. Mousse de leite Ninho: quer uma mousse aerada, saborosa e inesquecível? Então encontrou a receita perfeita. Se quiser, você ainda pode rechear esta mousse de leite Ninho com Nutella. A combinação fica divina.

Sobremesas com chocolate

21. Sobremesa de travessa gelada de chocolate: sobremesa de travessa tem gostinho de encontro de família. Esta leva camadas de chocolate, mousse de caramelo, biscoito maisena e bombom à sua escolha. Para combinar com o caramelo, você pode usar Twix ou 5star.

22. Torta vegana de chocolate: esta receita não leva creme de leite, leite condensado, açúcar e não contém glúten, mas é cheia de sabor. O leite de coco, as tâmaras e o agave fazem toda a diferença e deixam a receita doce na medida. Vale a pena experimentar.

23. Torta crocante de chocolate e avelã: diferente, inusitada e muito saborosa, esta receita é diferente de tudo o que você provou. Esta torta crocante leva gianduia, uma combinação de chocolate com avelã. Ela tem também usa uma base crocante de honeycomb, um caramelo diferente à base de mel.

24. Mousse de chocolate fácil e rápida: com apenas três ingredientes, você faz uma mousse de chocolate fácil e rápida. Para fazer esta receita, você precisa apenas de chocolate meio amargo, creme de leite e leite condensado. E pronto, é apenas isto mesmo!

25. Sorvetão de Bis: o sorvetão de Bis é um sucesso nas festas de família e nos encontros com os amigos. O gelado do sorvete casa muito bem com a cremosidade do brigadeiro e com o crocante do Bis. Não tem como errar!

Sobremesas com doce de leite

26. Torta rápida de doce de leite: com doce de leite, ovos e creme de leite, você faz uma torta rápida e deliciosa. Para fazer, basta misturar tudo e bater até ficar espumoso. Passe para uma forma untada e enfarinhada e coloque no forno. Desenforme e pronto! Se quiser, pode finalizar com chantilly.

27. Torta de doce de leite em camadas: camadas e mais camadas de doce de leite intercalado com chocolate. Esta torta é perfeita para quem adora uma sobremesa bem doce! São 13 camadas de doce de leite, biscoitos de chocolate e calda de café. Para finalizar, ganache de chocolate e suspiros deixam esta sobremesa linda e deliciosa.

28. Pavê de amendoim e doce de leite: a combinação de doce de leite com amendoim atinge níveis de perfeição. Para fazer este pavê, você faz seu próprio doce de leite caseiro, cozinhando uma lata de leite condensado. Para completar, você vai precisar de amendoim torrado sem pele e sem sal, creme de leite e bolacha maizena.

29. Chocotorta de Oreo e doce de leite: chocotorta é uma receita muito tradicional na Argentina. E vamos combinar que esta mistura de sabores é uma delícia mesmo. Bem doce, esta receita leva doce de leite, creme de leite fresco, cream cheese, bolachas Oreo, leite e granulado para finalizar.

30. Cheesecake de doce de leite: esta cheesecake não precisa ir ao forno! A base é uma camada de biscoitos com manteiga, o recheio é outra de doce de leite com cream cheese e, para finalizar, uma ganache de chocolate meio amargo.

É muito bom compartilhar sobremesas, não é mesmo? Confira 50 receitas de doces fáceis para adoçar a vida de qualquer um.

 

 

Vai apostar na mega-sena?. O prêmio sempre enche os olhos e aumenta a corrida para se tornar milionário. E com mais apostadores diminuem as chances para levar a grana. 

A dica foi do ano passado no site Infomoney, mas tá valendo. Na matéria, o  matemático Munir W. Niss identificou as semelhanças nos resultados da loteria e criou técnicas de como utilizar a matemática ao seu favor na hora de fazer uma "fezinha" . 

Ele afirma que já conseguiu acertar 40 vezes na Mega-Sena (nunca as seis dezenas do primeiro prêmio) seguindo seu próprio “esquema” de jogo. Será?

Confira as oito dicas para ganhar ou, pelo menos, acertar alguns números:

1- Os números com final 9 ou 0 saem pouco, por isso, é bom evitar escolher várias números com essa sequencia.

2- As dezenas 01, 02, 03, 11, 22, 44, 55, 48 e 57 saem pouco.

3- Não jogue números seguidos.

4- Não jogue em números que estejam na mesma linha vertical.

5- Divida a cartela em quatro quadrantes e distribua seu jogo entre eles.

6- Jogue sempre a mesma quantidade de dezenas pares e ímpares. Na Mega-Sena, 81% dos sorteios têm o seguinte esquema: 3 números pares e 3 ímpares ou 4 pares e 2 ímpares, ou vice-versa.

7- Prefira apenas um cartão com mais de seis dezenas do que vários cartões de seis dezenas. A regra é simples: quanto mais números você apostar, maiores são as chances de acertar um deles.

8- Um jogo em que se preenche 12 dezenas utilizando essas regras teria mais chances de êxito. Logo, o bolão é a melhor chance que se tem de ganhar. 

 
 

Mariana Tramontina, do UOL

No momento em que vários países já realizam a imunização contra covid-19, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a minimizar a demora para liberação e aquisição, por parte do governo, de vacinas.

Segundo ele, diante de um mercado consumidor "enorme" no Brasil, os laboratórios é que deveriam estar interessados nos pedidos de autorização junto à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e em vender a vacina ao país. "Pessoal diz que eu tenho que ir atrás [da vacina]. Quem quer vender [é que tem]", disse Bolsonaro a um grupo de apoiadores no Palácio da Alvorada, em Brasília, na manhã de hoje.

Segundo o presidente, "o cheque de R$ 20 bilhões" para a compra de vacinas já foi assinado por ele, referindo-se à MP (Medida Provisória) que autoriza a liberação desse dinheiro para compra de imunizantes e outros itens necessários na campanha de vacinação, como agulhas e seringas. "Tem muita gente de olho nesse dinheiro", disse ele, sem citar nomes.

O governo federal tem acordos de intenção de compra de vacinas com Instituto Butantan/Sinovac, AstraZeneca/Oxford e Pfizer/Biontech, mas nenhum negócio ainda foi fechado. Não há data exata para o início do plano de imunização.

Hoje, o governo do estado de São Paulo anunciou a chegada de mais 500 mil doses da vacina CoronaVac. Todo o lote é composto por doses já prontas para a aplicação. "Chegamos ao fim de 2020 com aproximadamente 11 milhões de vacinas em solo nacional", afirmou Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan.

Mesmo com as vacinas, uma das profissionais de saúde mais atuantes durante a pandemia, Margareth Dalcolmo, pneumologista e pesquisadora da Fiocruz, disse em entrevista à Folha que o Brasil está atrasado na organização da vacinação, o que vai estender o prazo para imunização da população brasileira, e que ser vacinado não nos isenta de andar de máscara pelos próximos dois anos.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Na hora de desembrulhar os pacotes coloridos, quem deu o presente fica na expectativa para saber se agradou, mas quem recebe pode estar pensando se vai poder trocar. Para livrar clientes dessa saia justa, lojas facilitam a troca como estratégia de venda e, muitas vezes, funciona.

 

Para compras presenciais, não há lei que garanta a troca do produto, exceto por defeito ou se não funcionar exatamente como deveria.

"Segundo o Código de Defesa do Consumidor, o produto deve ser trocado ou consertado quando apresentar problemas que o torne 'impróprio ou inadequado' para o uso. Nesse caso, os lojistas terão até 30 dias para consertar, trocar ou devolver o dinheiro", diz Marcel Domingos Solimeo, economista da Associação Comercial de São Paulo.

Nas compras feitas pela internet, porém, o cliente tem um prazo de sete dias para devolver o produto.

"Se a compra foi feita fora do ambiente comercial, sem que ele tivesse a chance de analisar o produto, o cliente tem, por garantia de lei, o direito de arrependimento, que é de sete dias. Isso se aplica às compras online", orienta o advogado Felipe Esbroglio de Barros Lima, especialista em direito do consumidor e sócio da Silveiro Advogados.

Apesar de não ter uma lei, as práticas do varejo foram se adaptando em relação à troca de produtos e criando políticas próprias. Alguns lojistas carimbam na nota fiscal ou em um cartão o prazo da troca e a data da venda, por exemplo.

Com a pandemia do coronavírus, alguns cuidados em relação ao prazo devem ser tomados. Em São Paulo, por exemplo, lojas e shoppings funcionam entre esta segunda (28) e quinta (31) e, depois, só reabrem em 4 de janeiro devido às restrições para contenção da pandemia. Nas compras pela internet, a medida pode ter impacto na regra do arrependimento.

***********

As regras de troca

O prazo para troca de produtos comprados pela internet por arrependimento do cliente é de sete dias. A troca é obrigatória.

Sites e lojas são obrigados a trocar produtos com defeito ou que não cumprem as especificações prometidas pelo fabricante ou vendedor.

Se não for possível a troca, o cliente tem direito ao reembolso. No caso dos sites, o reembolso deve incluir também o valor do frete.

Nas lojas

Cada loja ou site é livre para definir a política de troca dos produtos que não têm defeito.

Vale a promessa do vendedor.

A troca por tamanho, cor ou modelo é opção da loja, mas essas regras devem ser explicadas no momento da venda.

O valor não pode mudar.

Se a troca for pelo mesmo produto, mudando apenas tamanho ou cor, a loja não pode cobrar complemento do valor se houver reajuste nem o cliente pode pedir desconto se houver redução do valor.

Dicas

Guarde a nota fiscal e peça carimbo ou visto garantindo o direito à troca dentro de um prazo determinado. Em caso de roupas, não tire a etiqueta se for trocar o produto.

Pandemia

Se a loja estiver fechada em razão da pandemia, precisa respeitar o restante do prazo prometido para troca quando reabrir.

Por causa da pandemia, muitas lojas têm ampliado o prazo para trocas e devoluções em até 60 dias. Em algumas é preciso enviar o produto pelos Correios na mesma embalagem, com a nota fiscal e sem uso.

Atenção

Quem comprou presente pela internet com antecedência para o Natal pode ter perdido o prazo para a desistência. O período de sete dias para o arrependimento conta a partir da data em que a loja entregou o produto.

Fontes: Procon-SP, Idec e advogados

Nesta sexta-feira, 25, dia de Natal, o estado de SP retrocede inteiro à fase vermelha na tentativa de conter o avanço da covid-19. A fase vermelha é a medida mais restritiva do plano de contenção do governo de João Doria (PSDB), e irá valer para os dias 25, 26 e 27 de dezembro, e também a partir do feriado do ano novo, nos dias 1º, 2 e 3 de janeiro de 2021.

Por conta da medida, apenas estabelecimentos que ofereçam serviços essenciais poderão funcionar nessa etapa. Com isso, comércio e serviços em geral serão afetados.

A reclassificação foi anunciada na terça-feira, 22, pelas autoridades após aumento no número de casos e de óbitos pela Covid-19 nas últimas semanas no estado. Um dia depois, na quarta-feira, o governador João Doria viajou para Miami, nos EUA e, horas depois de ter chegado no país norte-americano, anunciou que voltaria ao Brasil após seu vice ser diagnosticado com covid-19.

Ao regressar, o governador pediu desculpa à população paulista. “Eu já estou de volta a São Paulo. Mas antes de explicar a você as razões da minha viagem e do meu retorno, quero transmitir aqui as minhas desculpas. Desculpas àqueles que imaginaram que eu estava aqui deixando a cidade ou o Estado de São Paulo, depois de medidas restritivas, para desfrutar uma vida confortável com menos restrições em Miami”, disse Doria em vídeo divulgado nas redes sociais.

Veja abaixo o que abre e o que não abre em SP na fase vermelha:

Podem funcionar nos dias 25, 26 e 27 de dezembro e 1º, 2 e 3 de janeiro:

Hospitais
Clínicas de saúde
Farmácias;
Mercados;
Padarias;
Açougues;
Postos de combustíveis;
Lavanderias;
Meios de transporte coletivo, como ônibus, trens e metrô;
Transportadoras, oficinas de veículos
Atividades religiosas
Hotéis, pousadas e outros serviços de hotelaria.
Bancos
Pet shops

Não abrem nos dias 25, 26 e 27 de dezembro e 1º, 2 e 3 de janeiro:

Shoppings;
Lojas;
Concessionárias;
Escritórios;
Bares, restaurantes e lanchonetes (exceto para delivery);
Academias;
Salões de beleza e barbearias;
Cinemas, teatros e outros estabelecimentos culturais.

BANNER LATERAL

,

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fique por dentro do que acontece em COTIA, BARUERI, ITAPEVI, IBIÚNA, VARGEM GRANDE PAULISTA E NO BRASIL.

Siga-nos!